sábado, 28 de janeiro de 2012

...

- Naquele momento, eu só queria me atirar em um canto qualquer, sabe? Quanto menor, melhor! E chorar... Chorar, chorar, chorar, e então, dormir... Eu esperava que as coisas ficassem mais leves quando eu acordasse...

- Entendo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário